IX-BIAU - Brasil - Premiado - Casa de fim de semana em São Paulo

Archivo de las Bienales de Arquitectura

Casa de fim de semana em São Paulo




Premiado

Arquitectura

Nombre de la propuesta

Casa de fim de semana em São Paulo

Emplazamiento

São Paulo
Brasil

Resumen:

São Paulo, metrópole de 20 milhões de habitantes, situa-se a cerca de uma hora do litoral. Seus habitantes passam horas em congestionamentos intensos durante a semana e, nos finais de semana, especialmente no verão, milhares de pessoas vão às praias causando congestionamento também nas estradas. Trata-se de um local bastante central, entre uma avenida arterial, Avenida Brigadeiro Faria Lima, e um eixo de infraestrutura metropolitana [via expressa e ferrovia] construída nas margens do Rio Pinheiros. Além disso, o terreno se situa exatamente sob a zona cônica do aeroporto, ou seja, todos os voos provenientes do Rio de Janeiro constantemente sobrevoam a área. A fim de evitar ficarem presos ao volante durante os finais de semana, nossos clientes desenvolveram este inesperado, porém lógico, programa: uma casa de fim de semana na região central de São Paulo. Uma piscina, um solário e um jardim são os principais elementos deste projeto. O resto do programa é complementar: um quarto, um pequeno apartamento para o caseiro e um espaço para cozinhar e receber os amigos. A altura máxima permitida pela legislação nessa região da cidade é de seis metros. Sendo assim, o nível a seis metros de altura foi considerado o novo “nível térreo”, pois aqui sempre receberá luz do sol e, portanto, será o espaço mais atraente para estar. A piscina e o solário foram dispostos como volumes paralelos, e dois pilares foram locados no vão de 1 metro entre esses volumes. Estruturalmente, a piscina funciona como contrapeso do solário. O vão de 12 metros entre os dois apoios principais se depara de um lado com vigas que suportam a piscina e, de outro, com vigas que suportam o solário, que também penduram o piso inferior. O nível do solo fica livre de qualquer construção, a fim de alcançar o máximo de área ajardinada possível. Como resultado, há três camadas diferentes e três atmosferas diferentes: o nível do solo [jardim], o nível do apartamento e a cobertura [piscina]. Este edifício e o seu programa se diferem do foco dos projetos arquitetônicos tradicionais de duas formas: a metrópole se torna um lugar possível para estar e desfrutar dos fins de semana, e os elementos geralmente considerados secundários em uma casa tornam-se os principais.

Autor/autores

Angelo Bucci (spbr arquitetos) Nilton Suenaga, Tatiana Ozzetti, Ciro Miguel, Eric Ennser, João Paulo Meirelles de Faria, Juliana Braga, Fernanda Cavallaro, Victor Próspero

Colaboradores

Nilton Suenaga, Tatiana Ozzetti, Ciro Miguel, Eric Ennser, João Paulo Meirelles de Faria, Juliana braga, Fernanda Cavallaro, Victor Próspero (spbr arquitetos)

Fecha de fin de obra:

  • 2013

Fotógrafo

Nelson Kon